quarta-feira, março 16, 2011

Barda merda Presidente!



Qual coragem e determinação?

Este homem que fez aquilo que ele chama de "Guerra do Ultramar" fechado num gabinete de administração militar? E anos mais tarde recusou uma pensão a Salgueiro Maia para a dar a dois ex-pides?
Barda merda!

10 Comments:

Blogger Percursos e said...

BOA !!! Levei para o meu facebook
desde já es minhas sérias desculpas !!!
mário

11:41 da manhã  
Blogger Avó Ofélia said...

"Importa que os jovens deste tempo se empenhem em missões e causas essenciais ao futuro do país"
Até aqui eu assino em baixo.
Devia ter ficado calado a partir deste momento

12:35 da tarde  
Blogger Rui Moio said...

O senhor Presidente da República proferiu um discurso sério e patriótico. Homenageou como nunca se fez, desde o fatídico 25 de Abril, os nossos heróis, os nossos mortos na guerra do Ultramar. Sim, repito, guerra do Ultramar pois os territórios ultramarinos pertenciam à Pátria portuguesa e os seus povos à Nação Portuguesa.

8:35 da tarde  
Blogger Toix said...

Fatídico 25 de Abril??? Não sei quem v. é nem quero saber. Vá-se foder!

3:42 da manhã  
Blogger Rui Moio said...

Para o Toix

Você não é detentor da verdade!
Os abrileiros falharam redondamente. Os valores de sempre são a Pátria e a Nação (o que resta dela); o altruísmo, a solidariedade, a vontade de servir, a liberdade de pensamento e de acção, a coragem, a determinação, a humildade, o amor ao próximo, o honrar a História pátria e a bandeira, o multiculturalismo, o cumprimento dos deveres cívicos, a boa educação. Como vê, valores que são contrários aos dos abrileiros. Não gosta do contraditório senhor Toix?

10:56 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Depois de ler o comentário do Sr. Rui Moio, e embora o autor do blog seja mais do que suficientemente capaz para responder a tanta demagogia, faço aqui das palavras do Toix as minhas...

Vá-se.........................

;)

Cris

1:44 da tarde  
Anonymous Ofélia said...

Oh Sr Rui Moio, se não fosse o 25de Abril, o senhor não podia dar a sua opinião livremente. Falava em "liberdade de pensamento e de acção" e tinha a Pide à perna. Eu acho que o país está de pantanas, mas agradeço ao 25 de Abril poder estar aqui e dizer publicamente que quem nos governa é incompetente. E poder votar e pertencer ou não a um partido político. E além disso sou uma "abrileira" bem educada, solidária e amo o meu país.

8:02 da tarde  
Blogger Rui Moio said...

Quais foram as causas próximas do eclodir do golpe do 25 de Abril? Qual a razão do aparecimento do MFA? Como pode uma Nação regenerar-se quando não defende os seus próprios heróis, quando nega a sua História, quando não se presta a assumir sacrifícios pelos seus conterrâneos?
Com a panaceia da "liberdade" cometeram-se crimes hediondos de lesa-Pátria e de lesa-Humanidade. A liberdade de escrever coisas na net deve-se ao avançar da tecnologia, não é um benefício exclusivo da 25 de Abril. E, não existiu ou existe censura desde há três décadas????

10:16 da tarde  
Blogger Maria C said...

Sr.Moio: O problema maior de que o 25 de Abril nos livrou foi a pequenez de pensamento, a falta de esperança no futuro, o medo de balbuciar o que quer que fosse que desagradasse ao poder.

Onde estava "o altruísmo, a solidariedade, a vontade de servir" no tempo de Salazar? Nos informadores da PIDE? No corporativismo? No trabalhar até à morte por não haver descontos para a reforma.
E os territórios africanos? Será que pertenciam aos seus nacionais ou a uma meia dúzia de europeus que se achava dono deles.

Só com uma enorme falha de memória se pode considerar que o 25 de Abril foi fatídico para Portugal.

Dou-lhe, para pensar, um pequeno indicador:
Finalmente temos maior percentagem de licenciados que de alcoólicos.
Encontre as diferenças na PORDATA!

12:38 da manhã  
Anonymous O rural said...

À falta de um português que ponha fim a esta libertinagem abrilista, estamos a ir a Bruxelas e Berlim à procura do ditador.

Quem se mostra mais disponível parece Frau Merkel, embora sem bigodinho à maneira do seu antepassado.

Serviu de pouco a liberdade do dia 25, pois que no dia 26 já estavamos fazendo papel higiénico com ela.

10:36 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home