quarta-feira, dezembro 01, 2004

A Democracia


Hoje, que é dia de eleições em Moçambique, lembrei-me de uma história de Mia Couto em que ele conta que numa aldeia do interior, depois de terem explicado às pessoas o que era isso da Democracia, os votos foram todos iguaisinhos, metade para cada um dos dois candidatos. O "soba" da aldeia explicou mais tarde que era melhor assim, para não haver melindres.

2 Comments:

Blogger R.G.S. said...

Isso fez-me lembrar de outra história do Mia Couto, aquela em que soldados impludiam repentinamente e a única coisa que restava eram os orgãos genitais, as putas rápidamente ascenderam no estatuto social por serem as únicas capazes de identificar as vítimas. Por vezes era bom que as relações de poder se invertessem...

2:12 da tarde  
Blogger Toix said...

Brilhante contribuição! Merci.

3:10 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home